Como iniciar uma empresa de recuperação tributária?

O empreendedorismo nunca foi tão fomentado quanto ultimamente, afinal ele tem se mostrado potente na geração de novos postos de trabalho. Segundo levantamento feito pelo Sebrae, empresas de pequeno porte geram 119 mil das mais de 157 mil vagas com carteira assinada. 

Agora, se está com dúvida em relação a área que deve atuar, aqui vai uma informação: a recuperação tributária se mostrou muito promissora nos últimos anos. No Brasil, cerca de 80% das empresas atuantes pagam os tributos incorretamente.

O critério para abertura de uma empresa de Recuperação Tributária não é diferente de qualquer outro tipo de negócio. Conforme a minha experiência com a Arte Fiscal, hoje vou passar alguns cuidados que deve ter para iniciar nesse setor. Se tiver todos os cuidados, garantimos que sua empresa irá prosperar por muitos e muitos anos. 

Por onde começar um negócio de Recuperação Tributária?

Na minha visão, antes de começar a trabalhar com Recuperação Tributária, você precisa estar tecnicamente capacitado para a função – já falamos sobre o assunto nesse artigo. Se curte estudar e explorar novas áreas de atuação, adquira conhecimento técnico por meio de cursos de qualificação específicos. 

O segundo passo é o investimento para o negócio. Surpreendentemente, por se tratar de um serviço que, inicialmente, pode ser realizado pelo próprio fundador da empresa – sem a necessidade de grandes equipes de operação – abrir um escritório de Recuperação Tributária não demanda um alto capital inicial.

Primeiramente, você precisará apenas de um bom computador e de horas disponíveis para dedicar a esse trabalho. Aconselho até a realizá-lo paralelamente com a sua atividade atual até que a sua empresa se torne rentável.

Se você põe esse modelo em dúvida, fique sabendo que comecei a Arte Fiscal exatamente dessa forma. Por ter um salário fixo garantido do trabalho CLT, todo dinheiro que ganhava com os projetos era reinvestido na empresa.

Consegui repetir esse processo ao longo dos anos. Uma vez que a empresa era rentável, construí uma estrutura para ela e passei a dedicar 100% do tempo a Arte Fiscal.

Como conquistar seu primeiro cliente?

Vou te contar um segredo que irá mudar sua perspectiva do mercado: o contador que tem nicho vende MUITO mais. Você deve estar pensando ‘como isso é possível se, tecnicamente, vou reduzir a meu campo de atuação?’. Eu explico.

Como já falei, anteriormente, quando comecei a Arte Fiscal, eu atuava como Gestor de Tributos de uma empresa. Assim que comecei a atuar como autônomo, escolhi a companhia que trabalhava como CLT para ser meu primeiro cliente. Após algum tempo cuidando apenas da operação, decidi mudar meu mindset e tentar estratégias novas de prospecção. 

O método que adotei era identificar gargalos no negócio em questão e oferecer uma consultoria gratuita para solução do problema. Com o tempo de trabalho, além de solucionar o problema dele, as próprias empresas identificavam o valor do nosso serviço e nos contratavam para assumir toda a contabilidade do negócio – ou seja, conseguimos reverter uma consultoria gratuita em um trabalho recorrente.

Essa estratégia pode ser potencializada se você a utilizar em nichos específicos. Isso porque, se estudar uma fatia do mercado, entenderá melhor sobre o assunto e, principalmente, as dores que assolam o setor. Consequentemente, sua abordagem será mais assertiva e a sua credibilidade irá para as alturas.

Como expandir a consultoria tributária?

Já ouviu falar daquele velho ditado: “agora abriu a porteira!” É exatamente isso que ocorre nos trabalhos quando a entrega ao seu primeiro cliente é de extrema qualidade, se você conseguir entregar um trabalho diferenciado, resolvendo a verdadeira dor do negócio dele, seu nome espalhará rapidamente pelo networking desse seu cliente. Inclusive, você pode sugerir que ele te indique. 

Utilize o case de sucesso que obteve com a realização do primeiro trabalho e acione o gatilho de autoridade no mesmo setor, mostrando o retorno que seu trabalho leva as empresas daquele segmento.

Dica Final

Use e abuse das estratégias de vendas e marketing, mas foque em um trabalho de cada vez. Obter conhecimento na prática sobre a construção de um funil de vendas, ajudará alavancar seu negócio.

Para acompanhar mais conteúdos como esse, você pode acessar no canal do café tributário no Youtube.

Café Tributário – YouTube

About 1

Check Also

Projeto do BC que leva educação financeira para o ensino fundamental vai contemplar 22 milhões de estudantes

Foto de Julia M Cameron no Pexels A partir do segundo semestre deste ano, entra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *