Observadores internacionais negam fraude nas eleições do Peru

Após candidata direitista Keiko Fujimori denunciar supostas irregularidades, missão da OEA exalta transparência do processo eleitoral peruano. Esquerdista Pedro Castillo mantém vantagem apertada na contagem dos votos.

Observadores internacionais afastaram a hipótese de fraude nas eleições presidenciais do Peru, após as acusações de irregularidades feitas pela candidata direitista Keiko Fujimori.

Fujimori, que liderava a apuração até a contagem de pouco mais de 90% dos votos, acabou sendo ultrapassada pelo esquerdista Pedro Castillo. Com mais de 97% das urnas apuradas, o sindicalista se mantem à frente por margem bastante apertada, com uma diferença de pouco mais de 70 mil votos.

A candidata direitista, filha do ex-presidente preso Alberto Fujimori, chegou a afirmar que haviam sido detectadas diversas irregularidades no processo eleitoral, e que estava em curso uma “fraude sistemática” no país. Ela acusou seu adversário de “roubar” votos de urnas que teriam sido submetidas a recontagens.

Mas, o chefe da missão de observação eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA) no Peru, Rubén Ramírez, elogiou nesta terça-feira (08/06) as autoridades do país pela utilização de “mecanismos que asseguram a transparência dos processos eleitorais e garantem a cidadania”.

Em mensagem de vídeo transmitida pelas redes sociais da OEA, Ramírez disse que os peruanos se dirigiram às urnas “de maneira pacífica e voluntária”, e enalteceu as autoridades eleitorais pela “organização de um processo de grande complexidade, marcado pela pandemia e pela polarização política”.

Ramírez assegurou que os dados compilados “confirmam a estreiteza dos resultados que foi apresentada tanto pelas contagens rápidas como pelos dados oficiais divulgados pelo Escritório Nacional de Processos Eleitorais (Onpe). O órgão, por sua vez, pediu que a população tenha “cuidado com notícias falsas sobre as atas eleitorais”.

A missão da OEA acompanhou a votação em 18 regiões do país e em cinco cidades do exterior, e incluiu 40 especialistas de 16 nacionalidades.

Histórico de atrasos na entrega do resultado final

A organização de fiscalização Transparência também atestou a idoneidade da votação. “Estamos perante um processo absolutamente normal. O Peru tem um dos melhores sistemas eleitorais da América Latina”, disse o diretor da ONG, Ivan Lanegra.

As últimas três eleições do país foram marcadas por diferenças apertadas na contagem dos votos nos dois candidatos do segundo turno, o que já chegou a retardar a confirmação do resultado final em até 25 dias, como no pleito de 2006.

O problema se agrava com a logística e a geografia do país, que dificultam a entrega das urnas das comunidades rurais e do exterior. Em 2016, o resultado final da disputa em segundo turno entre Keiko Fujimori e o também direitista Pedro Pablo Kuczynski demorou sete dias para ser confirmado.

Desta vez, porém, a votação foi marcada pela forte polarização em torno de dois espectros políticos diferentes, o que deixou os ânimos ainda mais acirrados no país andino.

rc (EFE, Reuters, AFP)

  • Pessoas recebem tratamento em leitos de uma UTI no Rio de Janeiro. Com 52.911 novos casos de covid-19 em 24 horas, o total de infecções no Brasil chegou a 17.037.129. O país é o segundo do mundo com mais mortes, atrás apenas dos Estados Unidos É ainda o terceiro com mais casos confirmados, depois dos EUA e da Índia. (08/06)

    O mês de junho em imagens

    Brasil ultrapassa marca de 17 milhões de infectados pelo coronavírus

    Com 52.911 novos casos de covid-19 em 24 horas, o total de infecções no Brasil chegou a 17.037.129. O país é o segundo do mundo com mais mortes, atrás apenas dos Estados Unidos É ainda o terceiro com mais casos confirmados, depois dos EUA e da Índia. (08/06)

  • A FDA, agência regulatória do governo dos EUA, aprovou o primeiro fármaco capaz de combater a doença de Alzheimer. O medicamento Aduhelm remove do cérebro as placas prejudiciais chamadas beta-amiloides nos pacientes no estágio inicial da doença, de modo a impedir as ações dessas placas, que acarretam em perda de memória e na incapacidade das pessoas de cuidarem de si próprias. (07/06)

    O mês de junho em imagens

    EUA aprovam 1ª droga eficaz contra doença de Alzheimer

    A FDA, agência regulatória do governo dos EUA, aprovou o primeiro fármaco capaz de combater a doença de Alzheimer. O medicamento Aduhelm remove do cérebro as placas prejudiciais chamadas beta-amiloides nos pacientes no estágio inicial da doença, de modo a impedir as ações dessas placas, que acarretam em perda de memória e na incapacidade das pessoas de cuidarem de si próprias. (07/06)

  • BdT USA Strand South Boston

    O mês de junho em imagens

    Onde está a máscara?

    Sob o irresistível calor de verão, milhares se bronzeiam na L Street Beach de Boston. A região em torno da metrópole da East Coast tem uma das taxas de vacinação mais altas dos EUA. Distanciamento, nem pensar. E máscara protetora, então… As reações se contrastam: o que em alguns desperta o horror de contágio, para outros é um vislumbrar da volta à normalidade após a pandemia de covid-19. (06/06)

  • London | G7 | Treffen der G7 im Lancester House

    O mês de junho em imagens

    G7 fecha acordo sobre imposto mínimo global para empresas

    Os ministros de Finanças dos países sete principais países industrializados anunciaram a intenção de adotar um imposto empresarial global mínimo de 15%. A medida visa forçar as multinacionais, sobretudo as gigantes de tecnologia, a contribuírem mais para os cofres estatais dos países mais atingidos pela pandemia. (05/06)

  • Umwelt I Regenwald Brasilien

    O mês de junho em imagens

    Alerta de desmatamento bate recorde em maio

    Os alertas de desmatamento na Amazônia Legal atingiram um novo recorde em maio, com um aumento de 41% em comparação com o mesmo período do ano passado. Em apenas 28 dias, os alertas abrangiam uma área de 1.180 quilômetros quadrados, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Os dados dos últimos três dias do mês ainda não haviam sido contabilizados. (04/06)

  • Gebäudeeinsturz in Brasilien

    O mês de junho em imagens

    Prédio de quatro andares desaba na zona oeste do Rio

    Um prédio de quatro andares desabou na comunidade de Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro. Pelo menos duas morreram: um homem de 30 anos e uma menina de dois anos – pai e filha. A obra era irregular e a comunidade é dominada por milícias, que atuam na construção e exploração de imóveis. O caso aconteceu na mesma região da tragédia de Muzema, que deixou 24 mortos em 2019 (03/06)

  • Brasilien Wilson Lima

    O mês de junho em imagens

    Governador do Amazonas é alvo de operação da PF

    A Polícia Federal deflagrou uma operação contra a alta cúpula do governo do Amazonas por suspeita de desvios de recursos para o combate à covid-19. Mandados judiciais foram cumpridos em Manaus e Porto Alegre, incluindo busca e apreensão na casa do governador do Amazonas, Wilson Lima, e a prisão temporária do secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo. (02/06)

  • Jovens sentados ao sol em clima de lazer

    O mês de junho em imagens

    Alemanha baixa seu status de risco de covid-19

    O Instituto Robert Koch, responsável pelo controle e prevenção de doenças infecciosas na Alemanha, baixou de “muito elevado” para “elevado” o nível de risco ligado ao novo coronavírus no país. A decisão vem em resposta à queda do nível de incidência de sete dias para pouco mais de 35 novos casos de covid-19 por 100 mil habitantes. (1º/06)


About 1

Check Also

Bolsonaro faz ato com motociclistas em São Paulo

Governo do estado multa presidente e filho Eduardo por não usarem máscara. Acidente durante passeio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *