‘Se chegar a mim, eu veto’, diz Bolsonaro sobre projeto que trata da maconha medicinal

Jair Bolsonaro voltou a afirmar que irá vetar o projeto de lei nº 399, de 2015, caso seja aprovado pelo Congresso. “Isso é com o Parlamento. Se chegar a mim, eu veto”, disse

Siga o Brasil 247 no Google News
Assine a Newsletter 247

247 – Jair Bolsonaro voltou a afirmar que irá barrar o projeto que libera o cultivo da cannabis (maconha) para fins medicinais caso seja aprovado pelo Congresso. “Isso é com o Parlamento. Se chegar a mim, eu veto”, afirmou o ex-capitão em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, nesta segunda-feira (17), de acordo com o jornal Folha de S. Paulo

O projeto de lei nº 399, de 2015, que tramita em uma comissão especial na Câmara, prevê o cultivo, processamento, pesquisa, armazenagem, transporte, produção, industrialização, manipulação, comercialização, importação e exportação de produtos à base de Cannabis.

A matéria, porém, veta a “prescrição, a dispensação, a entrega, a distribuição e a comercialização para pessoas físicas, de chás medicinais ou de quaisquer produtos de cannabis sob a forma de droga vegetal da planta, suas partes ou sementes, mesmo após processo de estabilização e secagem”. 

No encontro com apoiadores, Bolsonaro também comparou o uso medicinal da cannabis à cloroquina. “Engraçado, maconha pode, cloroquina não pode”, afirmo. Ainda segundo ele, “a esquerda sempre paga uma oportunidade para querer liberar as drogas”.

No dia 11 de maio, Bolsonaro já havia dito a apoiadores que iria  vetar o projeto

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

About macroblogbase10

Check Also

Eriksen, da Dinamarca, se recupera após síncope durante jogo da Eurocopa

Eriksen desabou no gramado aos 42 minutos do primeiro tempo, no momento em que corria …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *