Alerta de desmatamento na Amazônia Legal é o maior para o mês de abril desde 2016, diz Inpe

Medição do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou que a área sob alerta de desmatamento na Amazônia Legal em abril alcançou mais de 580 km² até o dia 29

Siga o Brasil 247 no Google News
Assine a Newsletter 247

247 – Medição do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou que a área sob alerta de desmatamento na Amazônia Legal em abril foi a maior para o mês desde 2016: 581 quilômetros (km²) até o dia 29. É o segundo mês consecutivo em que os índices batem recordes históricos mensais. Os alertas de desmatamento foram feitos pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

A Amazônia Legal representa 59% do território brasileiro e engloba a área de 8 estados (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) e parte do Maranhão. As informações foram publicadas pelo portal G1

Em nota, o Observatório do Clima, rede de 56 organizações da sociedade civil, disse que a alta no desmatamento vista em abril desmente o governo Jair Bolsonaro.

“Os novos dados desmentem o governo federal, que comemorou a queda de cerca de 15% nos alertas verificada entre agosto de 2020 e abril de 2021 (em relação ao mesmo período anterior), como resultado da ação do Exército na Amazônia”, disse o observatório.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

About macroblogbase10

Check Also

Mello Franco: Bolsonaro “exerce o poder como um cupim da democracia”

“Em dois anos e meio, o cupim Bolsonaro já roeu parte dos pilares do edifício …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *